Como gestor de TI, alguns de seus objetivos são ficar atento às novas tecnologias, reduzir custos, aumentar a velocidade e a segurança dos servidores e otimizar o tempo. Talvez você não saiba, mas todos esses propósitos podem ser alcançados por meio de um data center (DC).

Essa tecnologia assegura uma melhor infraestrutura de TI para a sua empresa e pode ser resumida a partir de 4 conceitos: disponibilidade, desempenho, segurança e custo. Esses pilares ajudam a dimensionar os equipamentos e serviços necessários para o seu negócio e determinam o tipo de centro de dados mais adequado.

Para entender melhor esse assunto, neste post vamos apresentar o que caracteriza essa tecnologia, as suas funcionalidades, as diferenças entre os tipos virtual e local e o que você deve considerar ao escolher esse recurso para a sua companhia.

Então, vamos lá?

Conceito de data center

Essa expressão é traduzida como centro de dados e consiste em uma estrutura física que abriga os recursos necessários para o armazenamento e gerenciamento de servidores, rede e telecomunicação. Entre os equipamentos existentes nesse local estão switches, servidores, roteadores e storages.

A função principal do DC é, portanto, disponibilizar os equipamentos para que os sistemas fundamentais à empresa permaneçam funcionando. Ou seja, ele evita interrupções no trabalho e, por isso, é entendido como o sistema nervoso das organizações.

Esse ambiente também é responsável por processar informações. Atualmente, ele consegue verificar 4 vezes mais dados que os antigos DCs. Mesmo assim, ocupa somente 40% do espaço físico.

Os componentes básicos de um centro de dados são:

Infraestrutura de rede

O DC deve ser projetado com vistas à oferta de serviços de modo dinâmico e flexível, a fim de que as tendências tecnológicas sejam acompanhadas. Ele também deve ser escalável para atender demandas futuras e considerar questões de infraestrutura, como rede de comunicação de dados, servidores, virtualização e armazenamento.

Segurança física

O ambiente em que o centro de dados está instalado deve ser bastante seguro para evitar imprevistos e a interferência de desastres naturais. Algumas práticas recomendadas são:

  • instalar sistemas de controle de acesso eletrônico;
  • criar um processo de provisionamento;
  • instalar alarmes;
  • definir uma equipe de segurança para monitorar o que ocorre dentro do DC.

Refrigeração e energia

O objetivo é assegurar um funcionamento adequado por meio da temperatura correta para os equipamentos e garantia de fornecimento de energia. Perceba que oscilações podem prejudicar a eficiência do trabalho, causar interrupções e até danificar algum aparelho.

Assim, o DC é montado com a finalidade de processar grandes quantidades de informações de maneira confiável e ininterrupta. Quando funciona adequadamente, a empresa pode usufruir do sistema sem desvios ou quedas de operacionalidade.

Data center local x virtual

Há dois tipos de centros de dados que podem ser adotados pelas organizações. No entanto, eles possuem algumas diferenças. Veja as características, vantagens e desvantagens de cada caso:

Data center local

Prevê que a infraestrutura é mantida pela empresa, que possui um ambiente físico próprio para abrigar os equipamentos, como roteadores, servidores, cabeamento, componentes de rede etc.

Para isso, é necessário contar com mão de obra especializada. A organização também centraliza as operações gerenciais e comerciais em softwares e hardwares particulares, o que exige mais atenção da equipe de TI.

As vantagens desse modelo são:

  • centralização das operações e informações;
  • aumento do poder de controle sobre as características ambientais por não haver compartilhamento com outros usuários;
  • acesso contínuo, inclusive quando a conexão à internet estiver instável.

As desvantagens são:

  • facilitação do acesso a dados e sistemas por parte de pessoas não autorizadas;
  • manutenção cara;
  • possibilidade de perda de informações por danos aos equipamentos e servidores;
  • custos altos com instalações, downloads, aquisições e atualizações;
  • limitação na capacidade de armazenamento e execução de tarefas.

Data center virtual

Está hospedado em outro ambiente físico e a sua empresa armazena os dados por meio da internet. Com isso, há mais possibilidade de monitorar e configurar os recursos online, o que possibilita uma atuação mais estratégica.

Essa é uma maneira, então, de terceirizar a parte física, que fica sob responsabilidade de um fornecedor de cloud computing. Ele também se torna responsável por manutenções e atualizações de hardwares e softwares, bem como pela segurança dos dados armazenados.

As vantagens da infraestrutura na nuvem são:

  • aumento da mobilidade dos dados;
  • escalabilidade para o armazenamento;
  • redução de custos com TI;
  • atualização constante dos servidores hospedados na nuvem;
  • possibilidade reduzida de indisponibilidade de recursos e serviços;
  • crescimento da segurança pelo uso de firewalls, zonas de segurança e grupos.

As desvantagens são:

  • necessidade de planejamento maior pela falta de controle interno em relação a dados e operações;
  • resistência por parte de alguns colaboradores de TI, que devem passar por treinamento para compreender os benefícios da prática.

A escolha do melhor tipo de data center para o seu negócio

A sua decisão vai depender de 3 fatores principais: necessidades organizacionais, custos do sistema e segurança dos dados. De modo geral, a infraestrutura em nuvem é mais interessante, porque consegue suprir a demanda e tem capacidade ilimitada, que depende apenas dos planos de serviço oferecidos pelo fornecedor.

Se você prefere optar por uma estrutura interna, precisa considerar os seguintes aspectos no seu projeto:

  • localização: o ambiente deve permitir expansão sem sofrer impacto de agentes externos;
  • cabeamento estruturado: esse sistema auxilia o funcionamento lógico da rede e permite que os serviços sejam distribuídos de modo organizado entre os equipamentos do DC. Estão incluídos: sala de comunicação, área de trabalho, cabeamentos do backbone e horizontal;
  • climatização: a temperatura pode interferir na operação dos equipamentos;
  • segurança;
  • energia;
  • combate e prevenção contra incêndios.

Por outro lado, se você optar por um serviço na nuvem, deve seguir algumas dicas:

Analise se o fornecedor é confiável e tem credibilidade

A empresa de cloud computing deve ser transparente com relação aos serviços prestados. Pesquise se ela possui política de recuperação de dados em situações emergenciais, quais são as medidas de backup e o firewall utilizado.

Verifique também como é a infraestrutura fornecida, especialmente em relação a aplicações, configuração de hardware, capacidade de processamento e armazenamento de dados e segurança das informações.

Atente à política de segurança

O fornecedor deve manter as informações corporativas protegidas e ter ações definidas para evitar vulnerabilidades. Cabe a você analisar o contrato e verificar a responsabilidade da empresa parceira em relação a essas questões.

Tome cuidado com os pacotes de serviços

Essa é uma alternativa interessante para muitos negócios, mas representa um custo extra para outros. O ideal é analisar o que a sua companhia realmente vai utilizar e tentar adotar soluções personalizadas.

Avalie a infraestrutura do fornecedor

O ideal é fazer uma visita para analisar o ambiente e os hardwares, além dos softwares que serão mantidos ou virtualizados.

Confira a prestação do serviço de suporte

Sua empresa deve contar com atendimento sempre que necessário para evitar imprevistos e interrupções no trabalho. Isso significa que o suporte do fornecedor deve ser eficiente e eficaz, tanto para a resolução de problemas quanto para a realização de treinamentos a fim de que a sua equipe esteja apta a trabalhar com o novo ambiente.

Desse modo, fica claro que o DC é altamente importante para o seu negócio. Decidir se ele deve ser local ou virtual é uma escolha que depende das suas necessidades. Porém, a infraestrutura em nuvem possui mais vantagens.

Gostou de entender mais sobre data center? Então, aproveite e compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais!

Escreva um comentário

CADASTRE-SE PARA FICAR POR
DENTRO DAS NOVIDADES DA POSITIVO.

Share This