A escalabilidade é a possibilidade que uma empresa tem de crescer, agregar valor ao seu negócio e atender as demandas dos clientes sem aumentar expressivamente os seus custos.

Sendo assim, quanto mais escalável for uma corporação, maiores são as chances de aumentar os lucros. Quer entender como ter escalabilidade na sua empresa? Acompanhe!

O que é escalabilidade?

De uma forma geral, as startups têm grandes possibilidades de se transformarem em um negócio escalável. Isso porque elas já são criadas visando a expansão do negócio, aumento do número de clientes e de faturamento.

Além disso, elas costumam utilizar a tecnologia para oferecer serviços ágeis e de qualidade, sem a necessidade de uma grande estrutura para funcionar.

De maneira geral, a escalabilidade é a possibilidade da empresa crescer em número de clientes e faturamento, sem precisar aumentar os seus custos mensais. Isso ocorre quando você consegue oferecer serviços que interessam ao consumidor, mas que não demandam de uma grande equipe ou muitos equipamentos.

Uma corporação escalável tem processos organizados e estruturados, que podem ser replicados para um expressivo número de pessoas sem perder a sua funcionalidade. Entre as vantagens de ter um negócio escalável está a possibilidade da organização ter mais facilidade para receber investimentos financeiros de investidores-anjos ou Fundos.

Quais são os exemplos de empresas escaláveis?

Uma empresa tradicional, como um supermercado, não é um negócio escalável. Afinal, o estabelecimento precisa de uma ampla equipe para repor os estoques, fazer o atendimento no caixa e depende da variação de preços dos produtos para comprá-los e revendê-los.

Já o AirBnB, por exemplo, é um marketplace online que oferece variados imóveis para os clientes sem um custo para o idealizador do negócio. Ele apenas precisa encontrar parceiros que tenham interesse em disponibilizar os seus imóveis para aluguel e atrair clientes para essas propriedades.

Sendo assim, se o proprietário do AirBnB quiser aumentar o negócio ele apenas precisa encontrar mais pessoas interessadas em seu produto. Ou seja, ele não tem a necessidade aumentar os gastos com contratação de profissionais para ampliar a sua receita, uma vez que os locatários trabalham para ele.

Além disso, ele não precisa investir na construção de hotéis para oferecer aos clientes. Portanto, o custo da manutenção dos espaços fica por conta do proprietário do imóvel e o idealizador do projeto apenas precisa se preocupar com a divulgação de seu serviço.

A Amazon é outro exemplo de empresa escalável. Ela oferece uma variedade de produtos aos clientes, sem precisar adquiri-los para revendê-los. Dessa maneira, é necessário apenas firmar boas parcerias com fornecedores, exigir qualidade nos itens e o cumprimento no prazo de entrega dos produtos. E a Amazon se responsabiliza por organizar as informações, monitorar os prazos e encontrar clientes para os seus fornecedores.

Ou seja, ela não precisa ter armazéns para guardar os produtos, grandes equipes para gerenciar os estoques e muitos gastos com funcionários. Sendo assim, se a empresa encontrar mais clientes para os produtos vendidos na plataforma ela não terá um aumento significativo nos seus custos.

Qual a infraestrutura necessária para ter escalabilidade?

Alguns processos são essenciais para ampliar as possibilidades da empresa se tornar escalável. Veja:

Organize processos

Um negócio escalável precisa ter processos bem definidos. Isso possibilita que as atividades sejam ensinadas para outros profissionais, o que evita a dependência de uma pessoa para desenvolver uma tarefa.

Ademais, a atividade precisa ser facilmente replicada para outros ambientes ou pessoas, utilizando a receita já existente. Nesse caso, o mercado precisa oferecer oportunidade de expansão.

Adapte o seu negócio para ter escala

Faça um planejamento para o ano e pense nas estratégias que podem ser adotadas para ter um negócio em escala. Por exemplo: dificilmente uma loja física de roupas será escalável. Já um e-commerce pode ampliar as vendas, sem necessariamente ter aumento nos custos.

Sendo assim, é preciso analisar o modelo de negócio da empresa e encontrar soluções viáveis para deixá-la escalável.

Adote soluções em nuvem

Utilize o cloud computing para ter mais segurança nas atividades e tornar o processo mais escalável. Pois, esse tipo de solução permite que a sua equipe desenvolva os trabalhos em qualquer lugar com acesso à internet.

Sendo assim, enquanto um funcionário está a caminho de uma reunião ou aguarda a conexão de um voo ele consegue acessar documentos importantes da empresa, fazer ajustes e deixar o material disponível para os membros da equipe que fazem parte do projeto.

Outra vantagem dessa tecnologia é que a empresa pode crescer sem precisar alugar um novo espaço físico para os funcionários. Afinal, a computação em nuvem permite trabalho home office ou de qualquer outro lugar.

Diminua a dependência do ambiente físico

Ampliar o uso da tecnologia é uma excelente maneira de ter mais escalabilidade. Afinal, as ferramentas disponíveis no mercado contribuem para dar mais agilidade aos processos, aumentar a produtividade, replicar algumas tarefas e diminuir os custos da empresa.

Sendo assim, muitas vezes, é vantajoso investir em ferramentas modernas que possam agregar valor ao serviço e aprimorar as atividades. Muitos computadores e softwares do mercado, por exemplo, permitem o desempenho das tarefas de maneira prática e com mais eficiência. Isso possibilita ter melhores resultados e mais tempo para atender mais clientes.

Tenha monetização recorrente

Pense em estratégias em que você possa ampliar a receita da empresa, sem aumentar os custos na mesma proporção. Você pode pensar em diferentes formas para receber dinheiro mensalmente, como em um modelo de assinatura de serviço.

Crie um sistema de franquias

Uma possibilidade de fazer o negócio crescer sem aumentar muito os custos da empresa é o sistema de franquias. Por meio dele a companhia compartilha o conhecimento com pessoas interessadas em abrir um negócio, mas que não possuem um know-how na área.

Sendo assim, quem adquire a franquia paga um valor ao idealizador da ideia e, em troca, recebe treinamento específico e todas as orientações necessárias para seguir o mesmo padrão de negócio.

Dessa maneira, o dono da empresa recebe recursos de diversos lugares do país, aumenta o número de clientes interessados na marca e repassa os custos aos franqueados.

Como você leu neste artigo, ter escalabilidade é muito importante para uma empresa que pretende crescer no mercado e aumentar a lucratividade. Agora que você já sabe como a tecnologia é necessária nesse processo, que tal fazer a leitura do nosso post sobre transformação digital?

Escreva um comentário

CADASTRE-SE PARA FICAR POR
DENTRO DAS NOVIDADES DA POSITIVO.

Share This